E pera declaração
desta obra santa et cetra...,
quisera dizer quem são
as figuras que virão
por se entender bem a letra.
                                            Gil Vicente
  ... em  Romagem dos Agravados.
Gil Vicente
   Renascença e Reforma - Líderes políticos e ideólogos - Ideologia e História da Europa
Online desde 2008 - Investigação actualizada sobre as obras de Gil Vicente.
Retórica e Drama - Arte e Dialéctica
Teatro 1502-1536
o projecto
eBookseBooks
MP3 Player requires JavaScript and the latest Flash player. Get Flash here.
Custódia de Belém

Igreja Madre:

Jerónimo:





Venha essoutra iguaria...

A quarta iguaria é tal,
tão esmerada,
de tão infinda valia
e quantia,
que na mente divinal
foi guisada.

Por mistério preparada,
no Sacrário Virginal
mui coberta…
Da divindade cercada,
e consagrada,
depois ao padre eternal
dada em oferta.

Gil Vicente, Auto da Alma

        ... a nossa leitura recordando, tanto pelo espírito como pela letra, o que nos parece que o autor quis deixar registado nestes últimos sete versos:

        Tal como Jesus no útero da Virgem, também o corpo de Cristo na hóstia foi preparado por mistério divino e, assim como esteve guardado no útero de sua mãe, assim o seu Corpo - na hóstia, - a iguaria, estará guardada no viril, onde se encontra protegida (mui coberta) pela imagem da Virgem, do Anjo Gabriel e coberta pela pomba do Espírito Santo na Custódia de Belém, o Sacrário da Virgem.
        Pois como todos nós sabemos pela imagem fotográfica, ou talvez melhor ainda, por alguma descrição feita da Custódia de Gil Vicente, esta foi pelo mesmo autor, dedicada à Virgem da Anunciação. Como podemos ver, a sua imagem foi colocada ao nível dos Apóstolos, do lado direito, e com uma simetria ao eixo vertical da peça, do lado esquerdo, foi colocada a imagem do Anjo da Anunciação, o Arcanjo Gabriel com o ceptro na mão, ambos protegidos pelas torres dos anjos músicos, remetendo assim o autor para a ideia do nascimento de Cristo.
Isso mesmo expõe no seu Auto quando diz que Cristo, a iguaria, que na mente divinal foi guisada, pois assim está referir todo o mistério desde a ideia da sua vinda ao mundo, da sua presença no útero de sua mãe, do seu nascimento: a iguaria foi por mistério preparada no Sacrário Virginal. Ou do mesmo modo se pode ler na associação: pelo mistério da eucaristia preparada, a hóstia será depositada (coberta), no Sacrário da Virgem, a Custódia de Belém.
        A iguaria resultante - a fruta deste jantar - é a hóstia consagrada, muito bem coberta, bem protegida, tanto como o corpo de Deus ainda no ventre de sua mãe protegido pelo Espírito Santo. Pois assim ficámos a saber pela Visitação que a Virgem fez a sua irmã Isabel, a mãe de João Baptista, assim também na Custódia a imagem da Virgem tem uma pomba por cima, e assim também o corpo de Cristo no viril da Custódia, estará coberto por uma cúpula que serve de base ao compartimento onde se encontra a pomba do Espírito Santo, que assim o cobre e protege.
        Da divindade cercada, pois tal como Cristo se rodeou pelos seus Apóstolos, assim está a hóstia na Custódia, cercada pelas imagens dos Apóstolos, pela Virgem, pelo Arcanjo Gabriel, e mais acima pelos profetas, e por toda a hierarquia angélica, toda a divindade da Igreja.
Por fim, a fruta deste jantar, o Corpo de Cristo, constituído pela hóstia depois de consagrada: assim como Cristo crucificado, foi (é) dado a Deus, padre eterno, em oferta, também a hóstia após a sua consagração, preparada pelo mistério da eucaristia é depositada na Custódia, sendo assim dada a Deus pai TodoPoderoso, o padre eterno, pois a sua representação com o planeta na mão, dominando e regendo tudo e todos, ocupa o lugar (espaço) mais alto na Custódia. E nesta como na estrofe, a Virgem tem um lugar de destaque: o Sacrário Virginal.
        Completaram-se os sete versos da estrofe que descreve a Custódia de Belém, concretizando o seu significado, o mistério divino da Santíssima Trindade, Deus pai, Espírito Santo, e Cristo na hóstia.  Todavia, mais importante para o sentido do Auto, é o enlace das duas estrofes, é o guisado da iguaria, o sacrifício de Cristo, pois só após o guisado é que pode surgir o fruto do jantar.

[transcrito (p.179) de Auto da Alma de Gil Vicente, Erasmo, o Enquiridion... de Noémio Ramos
...da Custódia de Belém
...da Custódia de Belém
Saturday, November 19, 2016

    Atente-se nos pormenores das figuras e na estrutura geral da peça, liberta de um fundo. Cada figura está perfeitamente personalizada, com caracteristicas individualizadas, até nos pés e nas mãos, - sua posição e formação - a roupagem, feições, cabelo e penteados, tudo está individualizado...

    Lembramos que a base da Custódia de Belém é em forma de custódia (uma amêndoa) para receber o círculo dos apóstolos que, com as duas torres dos anjos músicos que servem de nicho em forma de trono ao anjo Gabriel e à Virgem da Anunciação, formam também, em linhas gerais e num plano horizontal, a forma de uma custódia.

pormenor da Custódia de Belém
pormenor da Custódia de Belém
Tuesday, August 19, 2008

- Livros publicados no âmbito desta investigação, da autoria de Noémio Ramos:

(2017)  - Gil Vicente, Aderência do Paço, ...da Arcádia ao Paço.
(2017)  - Gil Vicente, Frágua de Amor, ...a mercadoria de Amor.
(2017)  - Gil Vicente, Feira (das Graças), ...da Banca Alemã (Fugger).
(2017)  - Gil Vicente, Os Físicos, ...e os amores d'el-rei.
(2017)  - Gil Vicente, Vida do Paço, ...a educação da Infanta e o rei.
(2017)  - Gil Vicente, Pastoril Português, Os líderes na Arcádia.
(2017)  - Gil Vicente, Inês Pereira, As Comunidades de Castela.
(2017)  - Gil Vicente, Tragédia Dom Duardos, O príncipe estrangeiro.
(2015)  - Gil Vicente, Auto dos Quatro Tempos, Triunfo do Verão - Sagração dos Reis Católicos.
(2015)  - Gil Vicente, Auto dos Reis Magos, ...(festa) Cavalgada dos Reis.
(2014)  - Gil Vicente, Auto Pastoril Castelhano, A autobiografia em 1502.
(2012)  - Gil Vicente, Tragédia de Liberata, do Templo de Apolo à Divisa de Coimbra.
(2012)  - Gil Vicente, O Clérigo da Beira, o povo espoliado - em pelota.
(2010)  - Gil Vicente, Carta de Santarém, 1531 - Sobre o Auto da Índia.
             - Gil Vicente, O Velho da Horta, de Sibila Cassandra à "Tragédia da Sepultura" 
(2ª Edição, 2017)
(2010)  - Gil Vicente, O Velho da Horta, de Sibila Cassandra à "Tragédia da Sepultura".
(2010)  - Gil Vicente, Auto da Visitação. Sobre as origens.
(2008)  - Gil Vicente e Platão - Arte e Dialéctica, Íon de Platão.
             - Gil Vicente, Auto da Alma, Erasmo, o Enquiridion e Júlio II... 
(2ª Edição, 2012)
(2008)  - Auto da Alma de Gil Vicente, Erasmo, o Enquiridion e Júlio II...

- Outras publicações:
(2003) - Francês - Português, Dicionário do Tradutor. - Maria José Santos e A. Soares.
(2005) - Os Maios de Olhão e o Auto da Lusitânia de Gil Vicente. - Noémio Ramos.

  (c) 2008 - Sítio dedicado ao Teatro de Gil Vicente - actualizado com o progresso nas investigações.

eBookseBooks
O Teatro de Gil Vicente
GrammarNet